quinta-feira, dezembro 26, 2013

Caminho para a Eternidade - XIV


Melissa sentia seu coração sair pela boca, a festa já havia acabado, e todos haviam ido embora... E ela... Precisava ir até o... Quarto do Victor. Um homem surgiu ao seu lado, vestia-se como o mordomo, ele tocou sua mão e beijou a mesma, sorrindo:
- Majestade, me chamo Michael, estou aqui para servi-la.
Melissa sentiu naqueles olhos gélidos um certo receio, porém, o mordomo era muitíssimo belo, e tinha um sorriso muito sincero. 
- Agradeço sua ajuda, Michael. 
- O prazer é todo meu, Majestade. Devo conduzi-la a seu quarto?
- Sim... Por favor. – Melissa colocou a mão no braço do mordomo, enquanto o mesmo a guiava por aquela mansão enorme. 
Não demorou muito até parar na frente de duas portas enormes. 
- É aqui, Majestade. Deseja algo?
- Não... Obrigada novamente, Michael.
O Mordomo fez um reverencia, e se afastou a esperando entrar. “Ele deve achar que vou fugir...” Melissa pensou enquanto abria a porta e entrava no recinto, Michael fechou a porta e a deixou lá dentro. 
Melissa estava encostada na entrada, Victor estava deitado na cama, e parecia dormir profundamente. Meg não entendeu seus sentimentos, deveria estar feliz de não ter que ir pra cama com ele, mas, porque se sentia... Decepcionada? Andou pelo ambiente com cuidado, e na frente do espelho tirou o vestido de festa, estava exausta, tudo ali parecia novo demais para ela. Fazia tudo com o menor barulho possível, e ainda se tratava de observar o reflexo do rei pelo espelho para ter certeza que o mesmo estava dormindo. Nua, desmanchou o coque da cabeça, fazendo seus longos cabelos caírem pelo seu colo, rapidamente, colocou sua camisola vermelha, e se aproximou da cama, deitando-se na mesma com o maior cuidado possível. Pegou parte do lençol que cobria o corpo de Victor e a colocou em cima de si, deitando a cabeça no travesseiro fofo, e dormiu, profundamente. 

As mãos de Victor procuravam qualquer coisa de carne ali perto, amante, serviçal, o que for, estava sonolento e precisava beber sangue agora. Estava com a cabeça pesada, parecia que havia se embebedado, mas não se recordava de ter bebido tanto vinho assim na festa... A festa! Victor abriu seus olhos azuis, verdade, ele havia se casado ontem. Como pode ter esquecido? E principalmente, porque mal se lembrava da noite anterior? Virou o rosto e fitou o rosto de Melissa de frente para ele, a garota dormia profundamente, calma... Victor se aproximou dela e sentiu o cheiro doce da pele dela, precisava daquele sangue... Precisava sentir o gosto daquele sangue de novo, com cuidado, começou a tocar a cintura dela. Ela estava vestindo alguma camisola de seda, sentia o toque delicado do tecido, mas ele não queria sentir aquilo, queria sentia a pele de Melissa. Ainda com cuidado, começou a erguer a camisola dela até a cintura. E carinhosamente tocou a barriga dela, sentindo a pele quente e aveludada de sua esposa, desceu mais um pouco, sentindo a alça fina da calcinha, Victor mordeu o lábio inferior e quis agarra-la. Melissa suspirou e deu um leve sorriso ainda dormindo, fazendo Victor se arrepender, Melissa definitivamente não era como suas amantes, ele não podia ser muito violento com ela, com suas amantes ele nunca se importou com o que elas sentiam, mas com Melissa, se importava. Queria que ela o desejasse tanto quanto ele. 
Lentamente aproximou a boca dos dela, e a beijou, abriu a boca devagar e tentou aproveitar os lábios dela enquanto podia. Sentiu o corpo dela tremer, Melissa havia acordado e tentou se afastar. Mas Victor agarrou sua cintura e continuou beijando-a, agora deslizando a mão pelo corpo dela. Sentia o coração dela pulsando extremamente rápido, enquanto a beijava cada vez mais profundamente. Melissa foi se rendendo, e tocou no corpo dele, subindo a mão até o pescoço dele, mesmo que sem jeito. Aproveitando-se do momento de fraqueza dela, Victor se colocou em cima dela na cama, e começou a beijar seu pescoço. Melissa suspirava e sussurrava:
- Não... Majestade... 
Victor continuou, agora pressionando o corpo dela ao dele com possessão. Melissa ainda estava desnorteada e assustada. E pedia cada vez mais alto:
- Não... Não... Para... Não... 
Victor se afastou do pescoço dela e a observou.
- Somos marido e mulher, porque quer que eu pare? – Falou seriamente.
Melissa estava vermelha, completamente corada, mas Victor viu refletido nos olhos dela algo extremamente triste.
- Eu só... Não quero. 
- Não parece ser isso. – Victor desceu a mão e tocou nos seios dela por cima da camisola, sentindo uma elevação no local – Você esta excitada. 
- Eu não te conheço. – Disse Melissa virando o rosto para o lado.
- Essa é uma maneira de nos conhecermos. – Victor sussurrou, aproximando a boca da dela. 
- Pra que? Pra eu ser mais uma com quem se deita? – Melissa disse rispidamente. 
Victor sentiu um enorme arrependimento dentro de si, então era isso, Melissa não queria fazer sexo com ele porque ele já havia feito com várias, e ela tinha receio de ser mais uma. 
- Acha mesmo que vou me deitar com outra tendo você em minha cama? – Victor questionou, ainda em cima dela. 
- Acho. – Melissa respondeu rapidamente – Todos já me contaram o que faz. 
- Se me der o que quero, não há porque temer ser traída. – Melissa ficou ainda mais acanhada e chateada. Porra! Será que ele não conseguia dizer nada romântico? 
- Melissa – Victor voltou a falar depois de alguns minutos – Você não é obrigada a isso. 
Pela primeira vez, Melissa se virou e o olhou fixamente. Victor sentiu seu coração apertar, esperava que ela o mandasse sair de cima, ou qualquer coisa assim, mas invés disso, ela tocou no tórax dele com carinho.
Victor jamais pensou que poderia fazer sexo com alguém daquela forma, na verdade, ele se sentia meio idiota, fraco e exposto a ela. Mas encarou aquele toque como um sinal positivo, e a beijou novamente, dessa vez, sendo retribuído lentamente. Contudo, algo o abateu.
Victor a afastou com rispidez, levantou-se da cama e foi em direção ao banheiro, deixando Melissa completamente confusa. 






Nota: Obrigada ao apoio de todos, foi vendo os comentários que decidi postar a continuação mais rapidamente! Então não parem de comentar o que estão achando e eu estarei postando com mais frequência. Beijos mordidos =*

9 comentários:

  1. continue porque a historia é simplesmente demais e é muito boa

    ResponderExcluir
  2. E muito legal essa história todo dia eu entrava no seu blog pra ver se ja tinha chegado e como sempre não tinha eu pensei, ahh ela nem deve postar mais, ate que ontem eu entrei por curiosidade e ja tinha chegado e fiquei muito feliz e com muita anciedade pra ler ae so pude ler hoje de manhã, poste mais rapido por favor eu to ate divulgando no facebook e twitter tchau ate a proxima.

    ResponderExcluir
  3. Noooossa demais!adorei...você é ótima!espero com anciosidade seu proximo capitulo.
    Bjssss

    ResponderExcluir
  4. Adorei......Estou anciosa pelo proximo capitulo :)

    - Katra

    ResponderExcluir
  5. Linda como gostei de um dos contos que li seu (foi o unico que li até agora, keep calm rs) eu vim aqui só pra te passar o endereço de uma editora que esta selecionando contos de escritores novos para alguns de seus livros eu acho uma excelente oportunidade, eu vou enviar um conto meu, bora?
    http://www.andross.com.br/contato.php

    ResponderExcluir
  6. cada vez melhor, por que não faz um livro? ou melhor um filme? *u*ai Roberta ta lindaaa a historia, viu!

    ResponderExcluir
  7. Ain necessito saber a continuação da história, ta muito interessante :D e Parabéns adoro suas histórias.

    ResponderExcluir
  8. ja li novamente todas historias( essa tbm) espero pelo final dessa pq esta perfeita essa historia, tenho certeza que todos amantes de vampiros tbm adoraram pode prolongar mais e demorar o quanto for ainda estaremos esperando esta muito linda sua historia muito detalhada e tantas emoções da a parecer que a cada pedacinho que leio mais dentro da historia estamos, simplesmente perfeita espero pela continuação que deve estar ficando tão linda quanto o resto da historia e as outras, continue assim é uma ótima escritora e tens um grande futoro nisso parabens por essa historia linda!

    ResponderExcluir